quinta-feira, 15 de novembro de 2012

queridos ciúmes, detesto-vos

   Ele não é capaz, não lhe interessa ou não quer entender, não sei, mas eu quero mais. Não sei especificar o quê, mas não me contento com o pouco que temos. O ataque de ciúmes que senti por um momento, antes, diz-me que os meus sentimentos por ele são mais profundos do que eu mesma posso admitir.
   Ciúmes, tanto que eu vos detesto e que não vos sei controlar, bem que podiam não me infernizar ainda mais os meus dias.

20 comentários:

  1. quando há ciúmes é sinal que há amor querida :)
    Beijinho*

    ResponderEliminar
  2. Quem ama tem sempre um pouco de ciumes, é normal!;)

    ResponderEliminar
  3. és muito parecida comigo então ahaha :D

    Neste post estás-te a referir ao teu namorado?

    ResponderEliminar
  4. Quando existe um sentimento muito forte, existe o ciúme, e isso querida é normal ... Por vezes, é mau, causam-nos dor e dúvida, mas tb faz com que nos apercebamos do quanto gostamos da outra pessoa :)

    ResponderEliminar
  5. Se estás longe dele é mais do que natural :)

    ResponderEliminar
  6. Obrigada querida, mas sabes, existem sempre coisas que só valem a pena ser ditas se forem para a pessoa que faz parte da situação, porque podemos desabafar com qualquer pessoa mas isso não vai trazer qualquer reviravolta no problema -.-

    ResponderEliminar
  7. quem me dera que houvesse uma cura para os ciúmes ... :p
    querida, já recebi a tua pariticipação, muito obrigada por participares <3

    ResponderEliminar
  8. o amor e os ciumes andam sempre de mao dada :)

    ResponderEliminar
  9. Assim as pessoas preocupam-se comigo e eu não gosto. Prefiro a ser eu a viver o meus problemas sem sobrecarregar os outros com isso

    ResponderEliminar
  10. - isso é impossível que não aconteça... a cada dia desisto de mim e com toda a razão, eu não mereço continuar aqui mais :x

    ResponderEliminar
  11. - eu gostava de ter toda a força dela s:

    ResponderEliminar
  12. - eu não quero ser perfeita, mas sim gostar de mim, odeio a imagem que tenho, odeio tudo o que faço, odeio tudo em mim.

    ResponderEliminar
  13. Temos algo em comum, o meu pai nunca quis saber de mim realmente. Fui criada pelos meus avós até aos 10 anos ele preocupava-se mais com os estudos do que comigo, depois dos dez anos fui viver com os meus pais a partir daí houve sempre discussões não conseguia estar muito tempo com ele, parecia que eu era um muro na vida dele. Para mim ele é só pai de sangue, quem me deu sempre amor de pai foi o meu avô.
    Obrigada pelas tuas palavras. Beijo. <3

    ResponderEliminar
  14. Faz isso linda, primeira pensa no teu bem estar e depois preocupa-te com os outros (:
    Eu no sábado estive com ele a toda a força, pois à ultima da hora ele decidiu adiar(e não havia necessidade nenhuma)e eu decidi ir até a casa dele, e logo que lhe falei do assunto, começou-se a rir, abanou-me a cara, disse "juro que não contei nada a ninguém, se não contei antes não ia contar agora, olha, não me estou a rir, não estou a mentir", não senti que ele me estivesse a mentir de todo, mas não me senti segura das suas palavras.
    Quando há amor, há ciumes... Também sou bastante ciumenta,como te entendo :x

    ResponderEliminar
  15. quem ama sente ciume! quem ama tem sempre um bocadinho disso, mas é normal darling, nada de exageros sim?

    ResponderEliminar

"escrever é a única maneira de falares sem seres interrompido/a" ♥