segunda-feira, 13 de maio de 2013

Carta para alguém que gostava que me perdoasse.

 Esta não é mais uma daquelas cartas escritas à mão num papel escolhido com cuidado. Esta é uma carta diferente, mas tem o direito de ser guardada juntamente com todas as outras que te escrevi, isto se as tiveres ainda guardadas. Esta é diferente, mas merece ser relida tempos a tempos, como fazias com as outras tantas que te escrevi, como espero que ainda o faças quando sentes a minha falta, se é que ainda sentes.
 Desde que me deixaste já te escrevi inúmeras vezes, em papel, papeis esses que deixei acumular no baldinho do meu quarto, amarrotados. Faltava-me sempre a coragem de prender as minhas palavras magoadas num envelope, tinha medo de que quando elas chegassem até ti estivessem mortas pelo sufoco e angustia, mortas por não terem chegado a tempo até ti. Perdoa-me pelas palavras que nunca te disse, perdoa-me por não ter lutado mais por ti, mas fizeste-me acreditar que já não te importavas, fizeste-me chorar o tanto que me fizeste sorrir durante mais de 15 anos e isso, fez com que desistisse. 
 Nunca nada estava totalmente bom para ti, talvez achasses sempre que merecias mais de mim, mas nunca foste capaz de perceber de que de mim terias o mundo, o sol e a lua, e tudo mais o que quisesses. Talvez tivesse sido esse o meu problema, sempre te dei coisas grandes, de grande valor, normal que depois disso não valorizasses mais coisas simples nem pequenas. Foi um erro meu, mas foi por amor, e para mim continua a ser verdadeiro, fora isso eu não estaria disposta a lutar por ti, nem pela amizade que prometemos não destruir. 
 Perdoa-me pelas falhas que assumo em nome das duas, perdoa-me, não peço para que te esqueças, só que me perdoes e que me devolvas aquilo que era nosso, que te voltes a importar com a aquilo que sempre prometemos ser, que me devolvas quem tu eras.

19 comentários:

  1. Pois, os sentimentos tomam conta de nós.
    Gosto tanto de te ler :)

    Tenho post novo
    Muitos beijinhos
    MUAH*
    Neuza Mariano
    Youtube

    ResponderEliminar
  2. r: eu também gostava de usar lentes (:

    ResponderEliminar
  3. r: eu sei que ele não era para mim, por isso espero alguém bem melhor, e que me saiba fazer realmente feliz (;

    ResponderEliminar
  4. Aquele texto não era para ser escrito surgiu por uma invasão de coragem que não sei de onde veio.
    E sabe muito bem ver que as pessoas gostam. Sabe ainda melhor que nos comentários transcrevam partes do texto.
    Muito obrigada querida Rosie *.*

    Quanto ao teu texto, há amizades que perdem o seu tempo, que não há volta a dar porque nada seria igual mesmo com perdão. E outras que simplesmente estão à espera do "desculpa" ou "tenho saudades" de uma das partes. Resta pensares em que lado está essa tua amizade perdida.

    ResponderEliminar
  5. Novo Blog:
    http://imnotyourbarbiedude.blogspot.pt
    Beijinhos, Marley.

    ResponderEliminar
  6. Novo Blog:
    http://imnotyourbarbiedude.blogspot.pt
    Beijinhos, Marley.

    ResponderEliminar
  7. Querida não deves deixar nada por dizer. A tua carta está linda!

    ResponderEliminar
  8. A carta está linda e de certeza que quando essa pessoa a ler, vais ver que vão falar e recuperar a amizade.

    ResponderEliminar
  9. Olá :) Convido-te a participar no giveaway que está a decorrer no meu blog, patrocinado pela Oasap: http://wehaveefreedom.blogspot.pt/2013/05/oasap-international-giveaway.html

    Beijinhos!

    ResponderEliminar
  10. Os refrigerantes fazem muita barriga, se deixares de beber vais notar diferença e começa só a fazer abdominais quando perderes barriga, vai correr etc. Os abdominais estimulam o músculo ou seja, é melhor perderes primeiro e depois para tonificar fazer abdominais!

    ResponderEliminar
  11. r: obrigada linda :)
    ainda não sei se vai continuar a ter utilidade ou não, mas por enquanto vou mante-lo activo :)

    ResponderEliminar
  12. r: em principio só o mantenho activo até ao fim do mês e depois apago :)

    ResponderEliminar
  13. Gostei de ler, por vezes é difícil de perdoar...

    ResponderEliminar
  14. r: desde que o e-mail seja teu, não há problema nenhum :) beijinho e boa sorte!

    ResponderEliminar
  15. R: Então também devias começar a pensar como essa pessoa, por mais difícil que seja ^^
    A sério? Não sei o que se passa então com isso dos seguidores :x

    ResponderEliminar
  16. Uma carta muito bonita, nem sempre somos capazes de perdoar mas se o sentimento for verdadeiro a coisa acaba por acontecer

    ResponderEliminar
  17. Só por admitires que "erras-te" já te torna uma pessoa linda! Parabéns pela coragem!
    De facto, uma carta muito linda!

    Beijinhos****

    ResponderEliminar

"escrever é a única maneira de falares sem seres interrompido/a" ♥