quarta-feira, 19 de dezembro de 2012

não há o que admitir

   Nós não temos nada. Pode até parecer que temos, mas não. Ficamos chateados, discutimos e tratamos-nos como se houvesse algo, mas não há. Passamos horas ao telefone, algumas madrugadas juntos, a maior parte dessas vezes, colados, mas não era uma ligação assim tão forte, pelos vistos. Ele dizia-me “fica aqui comigo”, e eu ficava. Eu dizia-lhe “fica mais um pouco”, e ele ficava. Quando um se afasta do outro, ambos dizíamos “por favor, volta”, e nós voltamos, os dois. O mundo diz para admitirmos que existe algo entre nós, mas não admitimos. Nem para nós mesmos. Porque nós não temos nada, e não tendo nada, não há o que admitir. E por mais absurdo que possa parecer, nós não somos um do outro, mas pertencemos-nos mesmo assim.

21 comentários:

  1. A amizade também pode ser isso e amizade é ter alguma coisa, alguma coisa muito boa ;) Bjinhos***

    ResponderEliminar
  2. Gostei do texto e talvez vocês não saibam mesmo, mas algo forte vos une.

    ResponderEliminar
  3. Sabes, por vezes a vida não nos dá logo as respostas de que precisamos, mas essas não tardarão a chegar. Não penses muito nisso, quanto mais pensares pior e mais confusa te podes sentir e isso não ajuda. Deixa os dias correrem naturalmente e logo terás as respostas de que precisas <3

    ResponderEliminar
  4. Não tens de agradecer, é o que fazes melhor deixar o tempo dar-te essas respostas :)

    ResponderEliminar
  5. Talvez não queiram admitir e para voçes agora não passe de amizade, mas que dai esta a surgir um amor, ai isso esta :)

    ResponderEliminar
  6. Com o tempo, vocês irão perceber se há realmente algo mais ou não. Só tens é que deixar as coisas correrem naturalmente e sem pressões.

    ResponderEliminar
  7. Ai, ai, Rosie... então não se vê logo que isso é amor...? :)))

    ResponderEliminar
  8. Ohhh adorei, algumas amizades também são muito especias (:
    Gostei do blog, vou seguir :P

    ResponderEliminar
  9. ''E por mais absurdo que possa parecer, nós não somos um do outro, mas pertencemos-nos mesmo assim.'' Simplesmente perfeitas estas palavras.

    ResponderEliminar
  10. Adorei completamente o texto, e também a foto !

    ResponderEliminar
  11. Sim princesa, também recebi o teu, como podes ver no post (: que musica querias?

    ResponderEliminar
  12. tens de ter calma, mais tarde ou mais cedo vais perceber o que está a acontecer! beijinhos e bom natal!

    ResponderEliminar
  13. Somos tão parecidas, minha Rosie ♥

    ResponderEliminar
  14. Primeiro de tudo, peço imensa desculpa a demora a responder aos comentários, não o pude fazer mais cedo!
    Mais uma vez, obrigada pelas palavras, adoro a maneira como consegues-me confortar com essas simples palavras (:
    Acho muito bem que recuperes a tua felicidade, não podemos esperar nada de ninguém, por vezes temos que pensar primeiro em nós próprios e no nosso bem estar, e só depois nos outros!

    ResponderEliminar
  15. obrigada querida, o teu texto corresponde, na minha opinião, a uma amizade colorida. que pode ter dois resultados:
    -continuarem amigos ou
    -passarem a ser mais do que amigos.
    Por agora, dizo-te, aproveita todos os momentos!

    ResponderEliminar
  16. É claro que sim. Acredita que irá tudo correr bem. E aproveita cada momento.
    Um bom natal para ti também :)
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  17. não sei se por me identificar tanto contigo,identifiquei-me imensamente com esse post ou por me identificar especificamente por ele é que tenho palavras gravadas daqui, mas vim pedir para utilizar algumas em um trabalho de português sobre amor/amizade, obviamente com todos os créditos, bjnhs ♥

    ResponderEliminar

"escrever é a única maneira de falares sem seres interrompido/a" ♥